Como aumentar o tráfego de um site

Como aumentar o tráfego de um site

Veja 5 dicas que podem te ajudar a aumentar o tráfego de um site.

É comum algumas empresas desenvolverem um site e depois dizerem que ele não está dando resultado. Mesmo quando contratam o serviço de um profissional, esperam que seus sites funcionem e vendam bem suas ideias ou produtos, mas sozinhos. E isso dificilmente vai acontecer. Pois desenvolver um website é apenas um primeiro passo em direção ao negócio digital. Mas sozinho ele não é suficiente.

Um site pode ser uma excelente fonte de lucro ou propaganda, sim, mas desde que você tenha um trabalho adequado para que isso se torne realidade. Ações importantes precisam ser implementadas e mantidas ao longo do tempo. Portanto, nosso objetivo ao longo deste artigo é mostrar mostrar como aumentar o tráfego de um site com cinco dicas fundamentais.

1. Usar boas práticas de SEO

Para que as pessoas encontrem seu site em resultados de sites de busca, como o Google, siga algumas regrinhas importantes. Elas são chamadas de boas práticas de SEO (sigla para Search Engine Optimization). Ou seja, com estas regras em prática, seu site ficará otimizado para mecanismos de busca. Vejamos alguns exemplos: Primeira grande dica: é que o endereço do site (a URL) faça referência à sua empresa (exemplo: www.minhaempresa.com.br). A URL é um item altamente relevante para o Google ao buscar por uma determinada palavra chave.

As páginas do seu site também devem ter endereços amigáveis, que digam do que ela se trata. Tome como exemplo o endereço deste artigo (http://guiase.niteroi.br/como-aumentar-o-trafego-de-um-site/). Ao varrer o seu site o robô do Google irá identificar facilmente qual o assunto que esta página trata. Isso significa que, é essencial que você tenha um blog e publique artigos regularmente. Outra dica importante é que seu site seja desenvolvido em WordPress.

2. Ter um visual amigável

O design é muitíssimo importante para que um site tenha um bom tráfego. Pois de nada adianta o usuário chegar nele e nunca mais querer voltar. Assim, a boa navegabilidade é de essencial importância. Isso é, o visitante deve conseguir navegar facilmente pelo seu site. Este quesito pode ser alcançado com um bom planejamento do site ainda na arquitetura da informação. Nesta parte inicial no planejamento de um site, ele deve ser desenhado pensando na experiência do usuário.

Também chamada de UX (User Experience), ela é uma das chaves para você aumentar o tráfego de um site. Uma prova da importância do User Experience para um site é que hoje há profissionais no mercado exclusivamente dedicados a esta função. Ou seja, há empresas que contam com um funcionário dedicado exclusivamente para atuar buscando melhorar a experiência do usuário em seu site.

3. Ser responsivo

Não dá para pensar em desenvolver um site hoje sem que se pense em acesso pelo celular. Isso significa que, ao criar um site o conceito de Mobile First (ou dispositivos móveis primeiro) precisa ser levado em consideração, pois grade parte do seu público estará vendo o seu site por dispositivos como um celular. Publicada em julho de 2018 pelo site da Agência Brasil, a pesquisa TIC Domicílios 2017 mostrou que o celular já é o principal meio de acesso à internet no país. Desta forma, o conceito “Mobile Friendly” deve ser perseguido como primordial para aumentar o tráfego de um site. Inclusive, vale destacar que o Google considera a responsividade como um dos itens para ranquear uma página em seu mecanismo de busca. Por fim, a boa notícia é que alguns sites gerados com temas que não são adequados para celular podem se tornar responsivos com plugins instalados na plataforma.

4. Carregamento rápido

O tempo de carregamento de um site influencia diretamente no tráfego para ele. Isso acontece porque ter um carregamento rápido é uma das boas práticas de SEO consideradas pelos mecanismos de busca. Desta forma, para verificar se seu site tem um bom tempo de carregamento, você pode utilizar ferramentas online gratuitas. Web Page Analyzer é uma delas. Além de analisar o tempo de carregamento, ela informa boas práticas para diminuir essa velocidade. Ou seja, basta colar o endereço do site na barra “Enter URL to diagnose” e clicar em “Enviar” para receber o diagnóstico.

5. Campanhas nas mídias sociais

Isso mesmo! Você não leu errado… Não só campanhas no Google ou nos buscadores podem servir para aumentar o tráfego de um site. Você também pode fazer campanhas em mídias sociais apontando para ele. É importante mencionar aqui a importância de um orçamento mensal da sua empresa para investimento em marketing digital. No caso de mídias sociais, por exemplo, com um pequeno valor, já é possível obter bons resultados. E, se o resultado esperado é aumentar o tráfego de um site, você irá alcançar.

Neste artigo listamos apenas 5 dicas sobre como aumentar o tráfego de um site. Perceba que estas 5 já irão demandar um tempo considerável do seu dia. Além disso, há itens como o carregamento rápido do site que poderão demandar a execução de ações muito técnicas. Sendo assim, para maximizar a performance do seu site e fazer com que ele se destaque entre os seus concorrente, gerando ainda mais resultados para o seu negócio, você necessitará do apoio de especialistas na criação de site.

Como Vender Mais com Automação de Marketing

Como Vender Mais com Automação de Marketing

Através da Automação de Marketing é possível aumentar as suas chances de fechar mais vendas trabalhando com uma equipe Comercial enxuta. Ou seja, hoje em dia não é preciso ter uma grande equipe para conseguir vender mais. Veja como isso é possível.

Definir os Objetivos Estratégicos

Todos querem vender mais, é claro. Mas antes é preciso que você defina quais são os objetivos do seu negócio. A automação será um meio importante para que você consiga alcançar tais objetivos.

Quais serviços ou produtos você pretende alavancar? Quais processos serão revistos? Quais melhorias você espera obter em relação a equipe envolvida? Quanto de resultado financeiro você espera alcançar e em quanto tempo?

Lembre-se que você irá investir dinheiro nisso. O seu time dedicará tempo para se adaptar às automações dos processos, principalmente o pessoal de marketing e vendas. A famosa zona de conforto será quebrada visando gerar melhores resultados para a empresa.

Ou seja, trata-se de uma mudança estratégica. Uma mudança de visão empresarial. A automação não é uma simples ferramenta que você instala na sua empresa e pronto. Ela é um meio para se alcançar um resultado final. Se você já sabe bem quais resultados quer alcançar então você está lendo o artigo certo.

Definir Processos

Para o sucesso de qualquer empresa é fundamental que os processos operacionais funcionem bem. Por sua vez, o sucesso da automação de marketing estará intimamente ligado a boa estruturação destes processos.

A automação tem a intenção de tornar automático processos simples, repetitivos e manuais, antes feitos por humanos, liberando tempo para que estes desempenhem funções mais relevantes para o negócio.

Veja que se você já possui processos bem definidos e se estes processos estão bem definidos e claros para os seus colaboradores, será mais fácil implementar a automação. Os momentos onde a automação será inserida, quais os inputs absorvidos e os outputs fornecidos pelo software de automação, quais os processamentos necessários, as pessoas impactadas, quais as métricas que deverão ser acompanhadas, tudo isso irá fluir mais claramente.

Em resumo, se você sabe que os processos não estão bem definidos, saiba que o seu projeto de implementação poderá levar um pouco mais de tempo, uma vez que é preciso mapear os processos, para na sequência desenvolver e implementar os fluxos automáticos. Afinal de contas, os fluxos automáticos irão refletir tarefas reais e irão gerar impacto direto nos processos da sua empresa.

Adotar Software de Automação

 Existem diversos softwares de Automação de Marketing no mercado. A função deles é a mesma, ainda que a execução mude: ele irá contribuir para que o processo automatizado seja mais viável.

Você se pergunta como arranjar leads na internet, de acordo com o público que quer captar? Você quer saber em que momento da compra seus leads estão, em tempo real? Se abriram seu e-mail? Quantos preencheram cada formulário específico? Um bom software de automação poderá ofercer estas e outras respostas.

Com tantas possibilidades existentes, é uma questão de pesquisa até encontrar o software certo para as suas necessidades. Mesmo para empresas pequenas, com certeza há um que cabe no seu orçamento. É questão de começar em menor escala, e ir se adaptando conforme os resultados estiverem alcançando os objetivos estratégicos esperados.

Caso não se sinta seguro com um software, não hesite em deixar a sua pergunta. Ou então contrate uma agência de profissionais especializados, que com certeza terão um programa eficiente disponível

Atrair Visitantes

Inúmeras pesquisas comprovam que o brasileiro tem o hábito de pesquisar online antes de fazer uma compra (principalmente se o produto for de alto valor agregado). O brasileiro compara valor, busca alternativas, confere informações sobre o vendedor, busca eventuais reclamações, verifica prazos para entrega etc.

Ao usar seu site ou redes sociais para disponibilizar estas e outras informações relevantes para o consumidor, você estará aproximando um potencial cliente do seu serviço ou produto (Já falamos aqui sobre a importância de um planejamento de marketing digital voltada para aquilo que é importante para o sue público).

Com a implementação da automação, o marketing consegue comunicar-se com vários leads que estão no mesmo processo de compra com uma abordagem direcionada. Isso é possível porque as mensagens podem ser adaptadas para diferentes etapas ao logo da jornada de compra de um cliente. O potencial cliente poderá ser impactado desde o primeiro contato com a marca até a conclusão da compra.

Uma vez que você consiga atrair visitantes para as redes e principalmente para o seu site, é fundamental ter estratégias para convertê-lo em um contato. A partir do momento que esta visita eventual vira um contato, a automação irá começar. Este fluxo é um dos inputs para a automação, não é o único, ok?

O Gatilho para Iniciar uma Automação

Quando, por exemplo, um visitante do seu site ou rede social envia um formulário preenchido ele estará iniciando uma automação.

Através de um formulário simples você consegue obter informações como Nome, Sobrenome, Email e se esta pessoa possui ou não um negócio.

Considere que a resposta afirmativa para a pergunta se o contato possui um negócio é valiosa para o seu time Comercial. Se sim, você poderá criar ações específicas onde estas pessoas receberão maior atenção da equipe de vendas.

Aqueles que não possuem um negócio serão submetidos a ações diferentes, de menor prioridade. Com a automação de marketing, você pode botar uma etiqueta em cada contato de acordo com a sua importância, assim como para saber se são leads quentes, frios, etc. Desta forma, é possível geri-los de forma eficiente para focar a atenção da sua equipe onde ela é mais necessária.

Automação de Marketing

Automação de Processos

Tudo isso pode ser programado com o auxílio de um software de automação. O recebimento do formulário com os dados solicitados, as condições baseadas na pergunta “Você possui um negócio?”, as diferentes ações que serão desencadeadas dependendo da resposta a esta pergunta.

O objetivo é estabelecer processos que permitam qualificar estes contatos até levá-los para o fechamento do negócio, e depois à fidelização. Hoje em dia, até o follow-up é automatizado desta maneira: é possível mandar e-mails com o objetivo de receber feedback do cliente, assim como induzi-los a comprar novamente.

Preferencialmente, os processos devem ser o mais automáticos possível, para que seja possível ter um ganho de escala. Sua equipe poderá, afinal, se concentrar em muitas outras tarefas com estes processos sendo automatizados. Mas não force a barra, ok? A intervenção humana, em muitos casos, faz bastante diferença durante a negociação.

Em vez de um robô respondendo um cliente insatisfeito, é muito melhor para o consumidor conversar com uma pessoa que entende e esteja disposta a tratar do problema dele de forma mais humanizada.

Avançando na Automação. Tratando os Casos Prioritários.

Os contatos que disseram possuir um negócio poderão ser submetidos a uma sequência de emails. A partir dos emails enviados a equipe de marketing ou vendas poderá analisar o nível de engajamento dos contatos.

Eles abriram o e-mail? Eles clicaram no link inserido no e-mail? Ao abrir o link eles baixaram o material que estava disponível para download? Caso um lead tenha executado todas estas ações ele irá ganhar pontos, e todas estas ações podem ser automaticamente acompanhadas.

Ao final, a sua equipe de vendas conseguirá através de processos automáticos, identificar entre todos os contatos aqueles que mais interagiram com as ações estabelecidas sendo, portanto, os que apresentam maior chance de fechar negócio.

Maior Integração entre a Equipe Comercial e a Equipe de Marketing

Os esforços para que visitantes encontrem a sua marca estarão interligados com os esforços para captura de contatos, identificação de oportunidades e fechamento de vendas. Tudo isso de forma automática.

As ações iniciais conduzidas pelo Marketing irão alimentar as ações do time Comercial. Ambas as equipes terão métricas para mapear o percurso de um contato ao longo do processo.

O time de Marketing irá implementar ações visando atrair visitantes para o seu site ou redes sociais. Estas ações terão esse foco muito bem definido: gerar contatos.

No trecho acima descrevemos um exemplo de captação destes contatos, que por sua vez irão alimentar a automação de marketing. A partir daí, o fluxo de automação irá conduzir estes contatos até a fase de negociação, destacando aqueles com maior potencial de fechamento.

Isso significa que ao invés de ligar para todos os contatos capturados, o seu time Comercial poderá trabalhar de forma mais eficiente, investindo tempo e recursos naqueles que demonstraram ter maior interesse pelo seu produto ou serviço.

Investimento em marketing

Não adianta não investir em marketing quando sua empresa mais precisa vender, afinal. Muitos acham um desperdício, o que é um erro tremendo. A função do marketing é chamar a atenção do público para os produtos ou serviços oferecidos por uma empresa. O objetivo é fazer este público se interessar e ter uma forte inclinação para consumir o seu serviço ou produto, seja pela primeira vez ou no caso de uma recompra.

Para isso, o marketing pesquisa a melhor linguagem e abordagem que irá falar diretamente com o público da empresa. Em outras palavras, o marketing atua para transformar um visitante em um potencial comprador e um atual cliente em um defensor da marca.

Mensuração de resultados

Outro ponto importante que demonstra a força do processo de automação está relacionado a possibilidade de acompanhamento e mensuração de dados tanto pelo time de Marketing quanto para o time Comercial. Veja o exemplo abaixo.

Ao estabelecer um planejamento de marketing digital eficiente o seu time de Marketing conseguirá mensurar o total de visitantes para uma campanha específica. Esta campanha terá como foco gerar contatos interessados em um determinado serviço. Esses contatos entrarão num processo de automação para que sejam qualificados.

O intuito nesta etapa é identificar aqueles que realmente têm interesse pelo seu serviço. Para isso você cria uma breve sequência de e-mails onde alguns destes irão levar para uma página com um formulário adicional pedindo mais um ou dois dados que sejam importantes para o seu time Comercial.

Em seguida será possível identificar aqueles que leram os emails, clicaram nos links e preencheram os dados adicionais. Então suponha que, o seu time Comercial prioriza os contatos mais quentes conseguindo fechar vendas em 50% dos contatos feitos.

Perceba que diversas etapas foram mensuradas neste exemplo. Começando pelo Marketing que quantifica quantas visitas foram geradas pela campanha, até o número de vendas fechadas pelo Comercial. Todos estes números devem ser avaliados pelos times com o intuito de aperfeiçoar o processo de vendas.

Foco em Vendas

Ao trabalhar de forma eficiente as etapas do funil de vendas você poderá aumentar as chances de fechamento de venda, com uma equipe Comercial focada e enxuta.

Isso é possível pois você estará automatizando boa parte do seu processo de vendas. Uma vez que você consiga tonar o processo mais automático será possível mensurar o nível de interesse dos clientes.

Ao detectar quais visitantes têm maior engajamento com o material que você disponibilizou, é possível separar o joio do trigo. A equipe de vendas conseguirá identificar contatos com maior potencial de fechamento, pois esses leram mais artigos ou abriram mais emails.

Desta forma a sua equipe Comercial passará a priorizar os contatos mais quentes. Ao acompanhar o nível de engajamento dos contatos, sua equipe contará com dados para argumentação no momento da venda.

Você está pronto para aplicar a Automação de Marketing?

Após ler este artigo avalie se a sua empresa esta pronta para aumentar as vendas através da Automação de Marketing. Mais do que investir em ferramentas é preciso ter uma boa estratégia de marketing digital para atrair visitantes. A partir daí, será preciso implementar os processos de marketing para qualificar leads, fechar vendas e fidelizar clientes.

Com a automação de marketing e o seu caráter integrador a eficácia do Marketing e do time Comercial é ampliada. A eficiência com que o trabalho é realizado tende a aumentar, pois os processos estarão automatizados e muitas ações são quantificáveis. Invista em Automação de Marketing.

Veja na prática como funciona a integração

Para entender melhor como é criada uma automação de marketing, assista o vídeo a seguir. Veja na prática como ela pode contribuir para melhorar a integração entre as áreas de marketing e vendas dentro da sua empresa.

A partir destas explanações, já dá para ter uma ideia da importância da integração dos times de marketing e vendas. Dito isto, perceba que a automação é uma extraordinária forma de gerar este alinhamento, mas existem outras.

Ferramentas de CRM (customer relantionship management) podem estar incluídas no processo. Ou seja, elas podem ser utilizadas para passar contatos e informações respectivas do marketing para o time de vendas. Além disso, há ainda uma linha estratégica que foca nesta integração de forma mais direta. Estou falando do smarketing (termo em inglês). Tal estratégia tem até um equivalente em português: o vendarketing.

Se a sua empresa ainda não está pronta para a automação fale conosco!

Marketing de Conteúdo é importante para que seu site seja encontrado

Marketing de Conteúdo é importante para que seu site seja encontrado

No post onde falamos sobre Por que criar um site para a sua empresa destacamos inúmeros motivos que reforçam a importância de se ter um site. Porém, para que o mesmo traga resultados consistentes para o seu negócio é importante que ele seja encontrado. E para ser encontrado é vital que o seu site tenha conteúdo relevante. O Google irá considerar este fator para apresentar o seu site nos resultados em seu mecanismo de busca.

 

Poucas empresas estão explorando o Marketing de Conteúdo.

Em contatos recentes feitos em nossa agência com clientes e prospects foi possível identificar que poucos exploram o marketing de conteúdo em seus sites. Além disso, ainda nos casos de contatos feitos por empreendedores que buscam ingressar no marketing digital, poucos têm como prioridade o investimento na geração de conteúdo como estratégia de marketing para seus negócios.
Atenção leitor! Quero agora aproveitar para provoca-lo a exercitar o seu lado empreendedor. Encare o cenário descrito no parágrafo acima como uma oportunidade dentro do seu plano de negócio. Veja o potencial a ser explorado. Perceba que você está diante da oportunidade de superar os seus concorrentes. Faça uso desta estratégia poderosa, que esta sendo usada por poucos.
Profissionais competindo

 

O Marketing de Conteúdo. Conceito e prática.

O Marketing de conteúdo tem como foco a elaboração de conteúdo relevante visando atrair, envolver e gerar uma imagem positiva da marca perante as pessoas de modo que um visitante inicial seja convertido em cliente. Esta conversão ocorre de forma menos intrusiva, através do marketing de conteúdo. Isso ocorre pois o visitante é atraído pela relevância do conteúdo disponibilizado por você. Por ter sido auxiliado com informações importantes no momento em que ele procurava exatamente por aquele assunto o seu potencial cliente terá uma imagem positiva da sua marca.
Imagine que uma pessoa esteja em busca de informações sobre determinado problema. Após efetuar buscas online esta pessoa chegou até o seu site, sendo atendido integralmente. Todas as informações foram encontradas de forma clara e objetiva, satisfazendo o interesse do visitante. Portanto ele certamente terá uma impressão positiva sobre o seu site. Agora vamos avançar um pouco mais no exemplo. Quantas vezes, ao procurar alguma informação na internet salvamos o site em nosso favoritos ou copiamos e mandamos o link para um parente ou amigo com o objetivo de compartilhar algo precioso? A medida que isso ocorre seu site vai tendo maior alcance. Mais pessoas irão visita-lo e o número de retorno de usuários também tende a aumentar.
Conseguindo alcançar este patamar as chances de que seu site torne-se referência em determinado assunto aumentam. Aumenta também a probabilidade de que o seu site apareça na primeira página da busca do Google. Vale destacar que até agora não falamos em patrocinar palavras chave, através de campanhas de Adwords. Perceba que é possível ampliar a relevância do seu site para o Google de forma orgânica, ou seja, trabalhando intensamente o marketing de conteúdo.

É um trabalho intenso, com resultados a médio prazo.

Estratégias baseadas em marketing de conteúdo apresentam resultados depois de algum tempo, diria meses. Você precisará definir uma linha editorial que esteja diretamente relacionada com os seus objetivos estratégicos. Será preciso definir ainda a persona para a qual você irá focar a sua comunicação. Com base na persona você irá definir o formato mais adequado de conteúdo (texto, vídeos, podcasts etc) e a linguagem. Após cumprir com estas etapas você precisará investir um tempo considerável para produzir um volume de material significante.
Lembre-se que você não está sozinho. Além da sua empresa, provavelmente existirão outras gerando conteúdo sobre o mesmo assunto e, portanto, estarão concorrendo para atrair a atenção do seu público alvo.

 

Maior potencial de conversão e fidelização de clientes.

Podemos concluir que estratégias baseadas em marketing de conteúdo têm maior potencial de conversão de visitas em vendas, além de fidelização de clientes, principalmente se levarmos em conta o seu caráter colaborativo. A sua empresa irá conquistar a empatia do seu público alvo oferecendo conteúdo em troca. Os usuários tendem a visitar o seu site mais vezes. A medida que seus anseios são atendidos eles estarão mais suscetíveis a consumir um produto ou serviço ao receber uma promoção ou cupom de desconto, por exemplo.
Aqueles que já são clientes tendem a manter um relacionamento com a marca, a medida que estiverem sendo plenamente atendidos.
Agora que você aprendeu um pouco mais sobre a importância do marketing de conteúdo como estratégia para gerar mais vendas, mãos a obra!
Lembre-se: Sempre que necessitar de um aconselhamento em relação a marketing digital você poderá contar conosco. Abraço e até a próxima.
Marketing Digital não é para amadores

Marketing Digital não é para amadores

O marketing digital é uma ferramenta importante para qualquer negócio que busca crescer e se posicionar no mercado. Ele aumenta a geração de oportunidades, favorece o alcance de novos resultados e pode melhorar a imagem da sua empresa.

Tendo em vista a sua importância, podemos perceber que o assunto não é para amadores. Uma atividade que exige tantas qualidades e know-how precisa ser desempenhada por profissionais competentes e que sabem o que estão fazendo. Assim, você irá aumentar consideravelmente as chances de conquistar os resultados esperados.

Para entender melhor a importância de ter um marketing digital de qualidade, continue lendo o nosso post. E descubra quais são os impactos positivos para seu negócio ao contar com os profissionais certos!

A cultura do “sobrinho que faz”

Bebê mexendo no Laptop

Praticamente todo profissional da área já ouviu, como resposta, que o orçamento não estava adequado porque o empreendedor tem “um sobrinho que mexe com essas coisas”. Ou, pior ainda, pode acontecer de ter que corrigir as falhas criadas por um amador que atua no marketing.

Essa cultura é muito forte, já que impera erroneamente a ideia de que qualquer um é capaz de ajudar uma empresa a ter presença na internet. O conceito por trás disso é que, se alguém usa bem as redes sociais para fins pessoais, o fará corretamente para um negócio. Na realidade, entretanto, não é isso o que acontece. Sem falar que, muitas vezes, alguns bons resultados obtidos por amadores podem decorrer de pura sorte.

Mas a grande questão é que o marketing digital demanda planejamento e a correta aferição de resultados. Um bom plano de marketing precisa ser feito por quem realmente entende do assunto, tanto na teoria quanto na prática. Só assim os efeitos esperados são conquistados com maior facilidade e menos investimentos.

 

 

A onipresença do Google e a relação com a prática

Nos últimos 20 anos, o Google se tornou uma referência para as pesquisas de informação e conteúdos em geral. Com o crescimento de popularidade do buscador, é possível encontrar praticamente tudo no ambiente virtual.

Com o marketing digital, não é diferente. São cursos à distância, tutoriais gratuitos e posts completos que ensinam como usar determinadas ferramentas a favor do seu negócio. Com isso, existe aquela ideia de que ter o conhecimento disponível significa ter também a capacidade de atuar bem no meio digital.

A prática, entretanto, mostra de novo que não é bem assim que essa atividade funciona. Há muitos elementos que só são aprendidos com a experiência, além de truques e parâmetros que devem ser executados por profissionais.

Ao final, o Google premia um trabalho digital bem-feito.

Os valores de um trabalho de marketing digital bem-feito

Uma das maiores barreiras para quem busca o marketing digital é o preço. Há essa ideia de que atuar no meio digital é muito mais barato e que sai quase de graça. Antigamente, isso até poderia ser verdade, mas as coisas mudaram.

Como em qualquer outra profissão, bons profissionais do ramo cobram o valor de mercado que é condizente com a qualidade prestada. Se houver boa estrutura, softwares adequados e outros elementos, o preço precisa ser ajustado corretamente.

O custo, ao final, certamente ainda será bem mais em conta do que a publicidade off-line tradicional. Mas é fundamental assentar as expectativas para não terminar em mãos amadoras.

O melhor aproveitamento de seu tempo e de dinheiro

O fato é que o marketing digital, para ser bem-feito e para trazer os resultados esperados, tem que ser realizado com muita qualidade, conhecimento e experiência. Quando um dono de negócio ou empreendedor opta por ter um amigo ou conhecido responsável pela etapa on-line de seu marketing, provavelmente haverá perda de tempo e de dinheiro.

Esses dois fatores estão associados, por exemplo, ao desperdício de oportunidades e à diminuição da competitividade digital. Com isso, apesar de o valor parecer menor, a atuação amadora gera perdas que não ocorrem quando os profissionais adequados são acionados.

Com as pessoas certas, o marketing digital de um negócio tem todas as chances de gerar os resultados desejados. Profissionais qualificados terão a preocupação de discutir estratégias e apresentar resultados, pois eles sabem que a manutenção do serviço depende da entrega de resultado para o cliente. É fundamental evitar a atuação amadora, se a ideia é conquistar o mercado com maior presença e autoridade.

Para não perder nenhuma novidade para o seu negócio, curta nossa página no Facebook e esteja sempre por dentro de nossas atualizações!

Porque criar um site para a sua empresa

Porque criar um site para a sua empresa

Hoje em dia grande parte dos consumidores está conectado, ou seja, está online. Seja na tela do computador de mesa (em casa ou no trabalho), seja em dispositivos móveis como tablet, celular ou notebook, tenha a certeza de que o seu cliente gasta muitos minutos online.

Se o seu público for de jovens essa conectividade se torna maior ainda. Não é exagero dizer que os jovens vivem online. Diferentes pesquisas indicam que muitos consumidores fazem pesquisas na Internet antes de efetuar uma compra. Eles procuram obter mais informações, analisam a satisfação de outros, procuram o melhor preço e depois de várias etapas partem para a compra. Em muitos casos a compra é feita online mesmo.

Em um mundo cada vez mais conectado, criar um site para a sua empresa é essencial. Trata-se de um canal direto com o seu público alvo, totalmente alinhado com uma nova forma de consumo, onde boa parte das etapas até o fechamento da compra acontece online. Portanto, esteja online!

O site profissional não é um diferencial. É um item obrigatório.

Primeiramente entenda que ter um site já não é um diferencial. Assim como é importante ter uma marca que identifique o seu negócio é preciso que exista um site para que o seu negócio possa ser encontrado. Experimente fazer uma pesquisa no Google procurando pelos seus concorrentes e veja quantos deles já possuem um site. Caso eles tenham um site e a sua empresa ainda não isso significa que você está perdendo clientes para eles. As pessoas que usam a Internet procurando pelo seu produto ou serviço encontrarão os seus concorrentes mas não encontrarão a sua empresa. A partir da criação do site você colocará o seu empreendimento online, assim como seus concorrentes já estão fazendo. Você estará cumprindo uma etapa importante, porém básica. Seu negócio não irá bombar no dia seguinte, não irá chover contatos imediatamente após a publicação do site. Neste momento você estará dando um passo fundamental para que a sua empresa seja encontrada na Internet. Será também uma oportunidade de iniciar outras ações online.

Em conclusão, com um site bem organizado, com o conteúdo certo e atualizado, você pode oferecer ao seu cliente a informação que ele procura. Neste momento seu cliente estará em contato com a sua empresa. É hora de atrair a atenção deste visitante e fazer com que ele faça contato para, mais a frente converter este contato em uma venda. Ou seja, um site no ar durante todos os dias da semana irá servir como uma excelente porta de entrada para que o público em geral conheça o seu produto ou serviço. Tudo isso com um custo acessível e sem demandar horas e horas do seu trabalho, afinal, você precisa otimizar o seu tempo para a gestão da sua empresa, certo?

Entenda porque criar um site para a sua empresa.

Credibilidade para a empresa

Ao criar um site (um site bem elaborado, é claro) a sua empresa irá transmitir uma imagem de credibilidade. Você transmite a mensagem de que está presente no ambiente online, à disposição do consumidor. Abrir um canal de relacionamento de forma efetiva, demonstrando a vida da sua empresa gera confiança e a sua empresa irá conquistar pontos importantes na mente do cliente. Todavia, vale destacar que mais importante do que criar um site é ter um site de qualidade e com bom conteúdo.

Divulgação da empresa

Tornar a sua empresa ainda mais conhecida, sendo vista por pessoas de muitos lugares, podendo atingir uma escala nacional ou até internacional, dependendo do seu ramo de atuação. O marketing digital tem esse potencial. Ele é usado como uma excelente ferramenta por muitas empresas que desejam atingir bons resultados com ações online. Tendo um site no ar a sua empresa estará em uma vitrine permanente, 24 horas por dia, 7 dias por semana. Ao criar um site você estará criando uma estratégia para que o seu cliente potencial encontre a sua empresa e obtenha de forma rápida as informações mais relevantes.

Aumento das vendas

Em tempos de vacas magras (magérrimas, diga-se de passagem), apalavra crise aparece inúmeras vezes no noticiário. A medida que você nota que o faturamento já não é o mesmo de tempos atrás, aumentar as vendas é tudo o que você mais quer, não é verdade? Investir na criação de um site para a sua empresa pode te ajudar nisso.
A medida que um potencial cliente encontra o seu site e gosta do que vê já é um grande passo para que ele se torne um cliente efetivo. Se você trabalhar com a venda de produtos a possibilidade de uma venda direta no momento em que o cliente viu no seu produto o que ele tanto procurava é quase que instantânea. O desafio é ser encontrado e conseguir mostrar valor ao cliente.

Ampliação da clientela

Trabalhando e publicando o conteúdo certo em seu site você estará no caminho certo para despertar o interesse do público e, consequentemente, ampliar a clientela. Lembre-se de que a internet tem cobertura global. O site da sua empesa vai permitir que sua marca, produto ou serviço seja visto durante todos os dias da semana. Desta forma muitos poderão saber ainda mais a respeito do seu negócio.

O site tem vantagens em relação a redes sociais

Muitos empresários nos questionam sobre a necessidade de criar um site se eles já possuem uma página no Facebook. O argumento frequentemente usado é o da “gratuidade” da página; “mas lá no Facebook eu não pago nada e tenho uma página que meu funcionário mantém pra mim.” Porém, o site apresenta vantagens que o Facebook não tem. É importante lembrar que a idéia do Facebook é ser uma rede social, ou seja, é uma plataforma onde você precisa estar dialogando com os seus clientes constantemente e isso tem um custo. O custo precioso de tempo. Pode ser você mesmo, seu funcionário, uma agência, alguém tem que gastar um tempo grande para fazer uma arte, elaborar uma postagem, planejar o conteúdo, programar o melhor dia e hora, responder os comentários etc.

O site é uma vitrine: um espaço que você tem que manter, mas entre um espaço de tempo muito mais longo do que as redes sociais. Criando um site, você pode querer atualizar conteúdo de acordo com o tempo que acha melhor, sem a preocupação de estar sempre visível e respondendo clientes; e sem a preocupação de ter sempre novas artes e inovar em padrões de design. Quando ele estiver pronto, a probabilidade é de você querer mudar o design somente anos depois. Ou seja, o seu site não demandará tanto tempo quanto o Facebook ou Instagram.

Ainda sobre as vantagens do site frente a redes sociais, você tem total flexibilidade de criação dentro do seu site. Você pode construí lo ao seu gosto. Você irá escolher cores, imagens, figuras, a melhor fonte e todo o conteúdo. Tudo será feito à sua maneira. No Facebook esta personalização não existe. Pense num terreno onde você pode subir uma casa do seu jeito, com quantos cômodos quiser, com as cores ao seu gosto. Agora pense num apartamento alugado, onde você tem várias limitações. É por aí a diferença entre o seu site e o Facebook. Quando o cliente acessar o seu site ele logo terá a percepção de que encontrou a sua empresa pois toda identidade visual irá remeter a identificação do seu negócio. Isso é muitíssimo importante.

Com o grande alcance e familiaridade que o público tem com redes sociais, muitos empreendedores ainda questionam “porquê a minha empresa deveria investir recursos na criação de um site?” O site é uma excepcional maneira das marcas fincarem a sua presença no mundo online, além das fronteiras do Facebook e Instagram. Há milhões e milhões de pessoas que consultam serviços ou produtos no Google e não fazem esta consulta enquanto olham as redes sociais. Um site permite ainda que você apresente dados relevantes da sua empresa para o seu público alvo.

A questão da busca abre espaço para que a sua empresa seja encontrada (é a famosa e tão propaganda “encontrabilidade”). Outra diferença relevante é que ao criar um site para a sua empresa você conseguirá agrupar informações relevantes num mesmo local. Informações como portfólio, histórico, valores, serviços prestados, local, formulário para contato, fotos. Nas redes sociais, o mais comum é que as pessoas naveguem pela sua própria linha do tempo. Não é tão comum as pessoas navegarem pela página de uma empresa, enquanto no Google, chegam buscando o serviço específico que desejam. E, com um site completo e acessível, é capaz dela contratarem o seu.

Por isso você precisa ter em mente a importância de criar um site para a sua empresa, independente do tamanho do seu negócio. Seja para o empreendedor individual, para o micro, pequeno, médio ou grande empresário estar online é um requisito mandatário. Por esta razão, trabalhamos para criar site para empresas.

QUERO TER UM SITE PARA MINHA EMPRESA!