Está pensando em como usa-los no seu negócio ou gostaria de saber mais sobre o assunto para aprimorar sua estratégia de marketing? Vamos falar sobre a diferença entre eles e o que a sua empresa precisa! 

Você provavelmente já ouviu falar nesses termos. Muitas vezes vemos os termos “e-mail marketing” e “automação de marketing” aparecerem dividindo espaço nos textos e se relacionando, como se fossem uma coisa só. Mas a verdade é que existem diferenças significantes entre eles e você precisa entende-las .

Existe um espaço na automação para o envio de campanhas de e-mails. Porém a automação de marketing é um serviço mais amplo. Ele agrega maior valor aos seus processos internos e externos, contribuindo para uma performance mais eficiente do seu negócio.

Vamos direto ao assunto: E-mail marketing é só uma parte da Automação de marketing

Em linhas gerais podemos dizer que: “E-mail Marketing é uma estratégia que visa explorar a base de emails para alcançar objetivos de marketing  ”

Vamos começar entendendo o processo de e-mail marketing. Entre outras coisas, é uma ação que te auxilia no envio de e-mails e gestão da sua lista de contatos. Pode ser feito manualmente ou se tornar um processo automatizado. As ações que você pode executar com o e-mail marketing estão em grande parte relacionadas a comunicação com seus contatos, exclusivamente via e-mail.

Uma das limitações do e-mail marketing é capturar apenas as interações via e-mail. Você terá acesso apenas às informações que seu cliente oferece e o quanto ele é ativo no relacionamento por e-mail. Ou seja, você conseguirá mensurar se ele abriu o seu e-mail, se clicou em um link, se respondeu o e-mail. Mas e quando ele acessar o seu site? Fizer visitas recorrentes a uma página específica? Interagir com você fora do e-mail? Aqui chegamos em um ponto de avaliação dessa estratégia: Até onde você pode alcançar o seu lead.

As jornadas de compra variam de cliente para cliente e podem assumir uma enorme quantidade de possibilidades. Elas podem ser simples ou complexas passando por diversas etapas como consulta a sites de comparação de preços, consulta aos amigos nas mídias sociais etc. Dito isso, veja que é fundamental alcançar o máximo possível de ações desempenhadas pelo seu cliente para saber o quão perto de efetuar a compra ele está.

Comparada a estratégia de Automação de Marketing podemos verificar que o E-mail Marketing é uma estratégia mais limitada, e portanto, pode não ser suficiente para o seu negócio.

Sobre Automação podemos defini-la como: “Uma sequência de eventos encadeados, estruturados para otimizar a execução dos processos de negócios. ”

Automação de marketing é a possibilidade de automatizar seus processos de marketing. Fazendo uso de ferramentas apropriadas será possível otimizar processos empresariais que você julgue importante. Atividades internas, ações de marketing, processos de vendas, relacionamento com clientes e leads etc. A automação pode facilitar a execução do planejamento de marketing e planejamento do seu negócio. É como contratar um funcionário só para tornar sua vida mais simples, só que esse funcionário é um processo tecnológico.

Essa estratégia possibilita mais ações do que o envio de e-mails apenas. Os processos automáticos combinados as outras funcionalidades da automação de marketing como o CRM (Client Relationship Management) por exemplo, oferecem um trabalho mais amplo para alcançar seu objetivo de marketing.

A automação te permite monitorar algumas ações do seu contato em diferentes interações que ele venha a ter com a sua empresa. Se ele não respondeu o seu email mas acessa seu blog com frequência, você pode detectar este acesso, dependendo da plataforma de automação de marketing que você utiliza. Outra opção: Incluir os contatos qualificados no CRM repassando-os para o time de vendas. Assim o time de vendas conseguirá organizar a ordem dos contatos priorizando os que estiverem mais quentes. O time comercial poderá beneficiar-se da automação a medida que os processos automatizados venham a alimentar suas planilhas de vendas.

Essas diferenças configuram o ponto de virada entre se comunicar aleatoriamente com a sua base ou trabalhar focado nos interesses dela.

Na prática: A Automação de marketing é mais adequada para qual tipo de negócio?

Negócios com jornadas de compras mais longas e complexas. Negócios  que possuem um ticket médio alto. Esses são os que melhor se enquadram numa estratégia de automação de marketing. Vejamos as razões para isso.

  • Investimento em tecnologia: Como o próprio nome já diz a automação de marketing requer um software (plataforma) que auxilie nesta missão. Somente será possível fazer com que os processos sejam automatizados com investimento em tecnologia. Na grande maioria dos casos as plataformas são estrangeiras. Ou seja, será preciso fazer um investimento em dólar caso você opte por uma plataforma de fora. Portanto, você precisa ter uma receita que justifique o investimento. Não adianta investir pesado em automação para vender um produto ou serviço com ticket médio de R$ 5 ou R$ 10.
  • Investimento em assessoria e treinamento: Para explorar o máximo potencial das plataformas é altamente recomendado que você conte com empresas especializadas. Agências de marketing digital com foco em automação podem oferecer assessoria para que você consiga aplicar técnicas de marketing poderosas. Associando as técnicas certas, juntamente com as funcionalidades da plataforma você conseguirá ter ainda mais sucesso em sua estratégia de automação.
  • Venda de produtos ou serviços que sejam mais elaborados, com muitas variáveis:  Seja ao efetuar sua inscrição em uma faculdade ou no caso de compra de um imóvel, você geralmente decidi pela compra por impulso? Você bate o olho no imóvel, pega o contato, liga e paga na mesma hora? Ou você compara, avalia outros endereços, conversa com o corretor, pede indicações, opiniões etc? Há produtos ou serviços onde a jornada de compra é mais longa. O cliente busca uma série de informações antes de bater o martelo. Ele poderá interagir com a sua empresa diversas vezes e em momentos muito distintos. Nesses casos a automação é indicada, pois será preciso manter um relacionamento que provavelmente será mais extenso do que numa compra imediata. Você poderá, por exemplo, contar com um lead score que te orientará em relação ao momento do cliente. Será que ele está sinalizando estar próximo da decisão final de compra? O lead score pode te ajudar nisso.

Concluindo

O e-mail marketing é uma estratégia mais simples se comparada a Automação de Marketing, que possui um escopo mais amplo. A automação contempla inclusive o e-mail marketing, todavia você pode explorar uma série de outras possibilidades. Automatizar processos corporativos, criar base de contatos segmentadas, monitorar as ações do seu lead durante a jornada de comprada etc.

Com a adoção da Automação de Marketing é possível criar processos automatizados que otimizam suas ações de marketing. Adicionalmente ela pode contribuir para uma maior integração entre os times de marketing e vendas. Prepara-se para dar um upgrade nos seus processos de Marketing aumentando assim o seu potencial de vendas.

Entre em contato para mais informações sobre automação de marketing e marketing digital.