8 Mitos Sobre Automação de Marketing

8 Mitos Sobre Automação de Marketing

Todo negócio eventualmente percebe que muito do seu marketing pode ser automatizado. Já passaram os dias de precisar colar post it na mesa ou na tela do notebook para lembrar de fazer o follow-up sobre uma negociação. Ou até mesmo de enviar e-mail individualmente a cada contato que solicita mais informações sobre o seu serviço. Se você ainda lida com tarefas repetitivas com grande frequência, este e-mail pode te ajudar a mudar esta realidade.

Tenho dúvidas sobre investir em Automação de Marketing

A automação de marketing é uma decisão óbvia para grandes empresas, que podem ter centenas ou milhares de clientes que interagem diariamente. Já para negócios pequenos, ainda há muitas dúvidas sobre investir ou não em automação de marketing.

Será que eu tenho orçamento para isso? A automação se enquadra para o meu negócio? É importante entender o que é verdade e o que não é quando o assunto é automação de marketing, para saber o que esperar desta estratégia.

Então, aqui estão oito mitos sobre automação de marketing, e a verdade por trás deles:

1. Automação de Marketing serve apenas mandar mensagens automaticamente

Dependendo do software de automação de marketing contratado, ele pode mandar mensagens para clientes e clientes em potencial, por e-mail, pela web, por mídias sociais, e por mensagens de celular.

Mas o conceito engloba muito mais do que mandar mensagens automatizadas para que você não esqueça de fazê-lo. É sobre maximizar sua eficiência, para que você não precise escrever e enviar a mesma mensagem (ou semelhantes) para clientes individuais todos os dias. É também sobre achar o público-alvo e identificar que visitantes seu site ou loja realmente precisa, para direcionar as mensagens a eles.

Além do mais, a automação permite que você estude os dados por trás das suas ações, te dando bases para decidir se você precisa mexer no seu fluxo de trabalho para capturar melhor o interesse e, no fim das contas, o dinheiro de clientes em potencial.

2. Automação de Marketing é mais fácil do que processos manuais

De muitas formas, automação de marketing é melhor, mas ela faz sua vida ficar mais fácil? Nem sempre.

Você não pode simplesmente fazer suas campanhas e esquecê-las, presumindo que elas guiarão as pessoas do começo ao fim do funil de vendas. Você precisa monitorar o que cada campanha realiza, usando os dados que você coleta para encontrar o público-alvo apropriado e atingir melhores resultados.

Automação de marketing remove a necessidade de ações rotineiras. Em vez disso, seus recursos são direcionados a criar fluxos de trabalho mais criativos e personalizados, além de melhorar sua técnica de persuasão.

3. Automação de Marketing é apenas e-mail

Como mencionado anteriormente, automação de marketing é utilizado através de uma série de canais, e não somente o e-mail.

Como o e-mail é uma ótima opção para começar o relacionamento com os potenciais clientes, você pode utilizá-lo para abrir mais opções para sua campanha de marketing, além de mais oportunidades para aquisição de leads. Continue a coletar informações sobre seus clientes – números de telefone, por exemplo – e ache formas criativas de se divulgar por eles, através da plataforma de marketing de sua escolha.

Não limite suas ambições a apenas e-mail marketing: tenha conversas com seus clientes em todo lugar que eles interagem com sua marca, especialmente em seu site, através de formulários de contato dentro de contextos específicos. E claro, explore redes sociais como Instagram e Facebook para relacionar-se com o seu público.

4. Automação de marketing é apenas para grandes empresas

Não importa o quão pequena é a sua empresa, provavelmente vale a pena investir em deixar processos automáticos tomarem conta de alguns dos seus processos manuais. Isto faz com que você possa se concentrar em atividades de nível mais alto.

Além disso, veja que tendo processos automáticos você provavelmente poderá contar com uma equipe mais enxuta, ou seja, você tende a não precisar investir em formar um time grande de vendas.

Outro ponto importante que demonstra quão acessível está se tonando automatizar os seus processos de marketing e vendas: Mais e mais fornecedores de softwares estão entrando no mercado, o que significa que até os menores negócios tem a probabilidade de conseguir um nível de serviço de acordo com seu orçamento. Construa seu fluxo de trabalho em uma escala pequena, e deixe seu processo crescer conforme a necessidade do seu negócio.

Se a automação fizer sentido agora (e couber no orçamento) ótimo, invista na automação. Caso contrário continue a construção do seu fluxo de trabalho de forma organizada. Tendo processos de trabalho bem organizados, você terá meio caminho andado para implementar a automação de marketing.

Você pode até começar com um período de teste em várias plataformas, de modo a ver que ofertas fazem mais sentido dentro da sua empresa.

5. Automação de Marketing parece robótico e impessoal

Seu material de marketing só vai parecer robótico e impessoal de acordo com a sua técnica de escrita. Você pode personalizar bastante seu material para fazê-lo parecer como se você estivesse conversando com o seu público.

Outra dica super importante: Agrupe pessoas em segmentos bem definidos. Assim você conseguirá aumentar a chance de entregar conteúdo de impacto, relacionado ao que elas já tinham respondido, para o maior número de pessoas possíveis.

Isso é, essencialmente, um ponto fundamental da automação de marketing: quando você usa o software corretamente, seu conteúdo e sua mensagem devem soar tudo, menos impessoal. Ou seja, utilizando as técnicas corretas você irá entregar conteúdo customizado, personalizado para um grande número de pessoas.

6. Marketing automatizado não irá substituir sistemas tradicionais

Talvez você sinta que suas táticas de marketing estão andando bem e então você não precisa fazer ajustes.

Se você quer competir com as maiores empresas da sua indústria, entretanto, você precisará usar algum tipo de software de marketing automatizado. A indústria de programas de marketing cresce 30% anualmente, e aqueles que não estão os utilizando planejam fazê-lo dentre os próximos 12 meses, de acordo com estatísticas coletadas pelo Emailmonday.

Tecnologia de marketing é claramente o futuro, se não o presente, da indústria. Portanto, automatizar os seus processos não é um ponto de interrogação. Isto será necessário para continuar competindo.

7. Marketing automatizado irá apenas aumentar o seu marketing

Seu investimento em automação de marketing na verdade será disseminado para outros aspectos do seu negócio.

Por exemplo, automação de marketing pode ajudá-lo a se tornar mais eficiente em relação a vendas. De acordo com o site MarketingSherpa, só 27% dos leads encontrados pelo time de vendas serão qualificados. Automação de marketing pode ajudá-lo não só a achar leads, mas a qualificá-los, pontuá-los, nutri-los, e continuar a geri-los durante o tempo de vida deles no seu funil.

Dessa forma, uma vez que o time de vendas tenha consciência deles, não desperdiçarão tempo falando com leads que não tem futuro na sua empresa.

8.Uma vez que a venda é fechada, o processo de automação de marketing acaba

O objetivo da geração de leads no marketing é transformar uma nova audiência em clientes. Porém, o processo de automação de marketing continua mesmo após a entrada de um novo cliente. Você deve trabalhar para que este cliente tenha uma boa experiência ao consumir o seu serviço. Como consequência desta boa experiência, se torna possível criar oportunidades para vender produtos melhores do que os procurados, para a venda de serviços relacionados, e para engajamento futuro de modo que a venda se repita.

Você deveria se sentir encorajado a criar fluxos de trabalho pós-vendas, que motivem as pessoas a continuarem conectadas a seu negócio e procurar vendas futuras, descontos, produtos e mais.

Automação de marketing cria uma nova era de marketing, onde o objetivo é menos a execução do básico, das atividades rotineiras e mais o pensamento criativo. Isso não faz das coisas mais fáceis, mas faz delas mais emocionantes. Hora de desmistificar os mitos e abraçar o desafio!

Artigo baseado no site Marketo, “8 Myths About Marketing Automation”

Veja como otimizar os processos de marketing e vendas com automação de marketing

Veja como otimizar os processos de marketing e vendas com automação de marketing

Amplamente difundido nas áreas de marketing e comercial, o processo de compra pelo funil de vendas pode ser utilizado para montar uma eficiente estratégia. Outro conceito que pode ser integrado a este processo é o de customer success, que direciona todas as ações ao sucesso do cliente. Neste artigo, vamos apresentar a você como otimizar os processos de marketing e vendas utilizando a ferramenta certa!

Observação Importante: Tanto o modelo do funil quanto a aplicação do customer success foram elucidados em nosso artigo anterior. Se você ainda não leu, vale a pena se atualizar e aprender Tudo o que você precisa saber sobre funil de vendas e customer success antes de continuar a leitura deste artigo.

Marketing e vendas na era digital

Considerando a transformação digital pela qual passaram as empresas e tendo em vista o cenário atual, não podemos falar de marketing e vendas sem falar do ambiente online.

É importante ainda não esquecer do conceito de customer success e considerar o comportamento do consumidor como um norte para a tomada de ações estratégicas. Pois a revolução digital também aconteceu no plano pessoal e familiar, e hoje faz parte do cotidiano dos consumidores.

Em uma das mais renomadas obras da área atualmente, o papa do marketing, Philip Kotler, descreve com Hermawan Kartajaya e Iwan Setiawan os impactos da nova era digital nas empresas. Marketing 4.0: do Tradicional ao Digital fala da importância de se investir em ferramentas e tecnologias digitais para ter eficácia em estratégias de marketing orientadas às vendas.

Uma das formas que os autores veem como determinantes no sucesso das ações é compreendendo o comportamento do consumidor para gerar conectividade. Significa entender sua jornada de compra e dar a ele em cada momento exatamente o que ele quer. Uma ferramenta bastante contundente para a aplicação desta prática é a automação de marketing.

Como otimizar o marketing e vendas com automação de marketing

Apesar da utilização de ferramentas ser uma forte característica da era digital, estratégias de marketing online devem ir além de tecnologias. Afinal, o consumidor continua sendo o mesmo, com desejos, necessidades, impulsos e racionalidades.

O que muda é o aparato técnico utilizado para chegar, considerar e fechar a sua compra. Portanto, deve-se ter grande atenção no comportamento do consumir online ao montar uma ação de automação.

Para nortear a automação, o funil de vendas deverá ser bem trabalhado para otimizar o relacionamento com o prospect em cada etapa.

Na mesma obra citada de Philip Kotler, é proposto um modelo de funil baseado na conectividade do usuário: os 5As. Nas etapas de Assimilação, Atração, Arguição, Ação e Apologia, o autor descreve a jornada de compra do consumidor contemporâneo.

Os 5As do Marketing 4.0 na automação de marketing

A automação é uma excelente ferramenta para aplicar os 5As do marketing digital. A seguir, elucidamos como o processo acontece com esta ferramenta.

  1. Assimilação

Neste momento, o potencial cliente (lead) toma consciência da existência da sua marca, entre várias outras. No ambiente digital, isto acontece, por exemplo, quando o cliente toma conhecimento do seu site, vê uma propaganda da sua marca, ou tem contato com outro canal online da empresa.

Seja pela busca de um serviço encontrado na marca ou de uma solução listada no seu blog, durante a Assimilação o seu potencial cliente irá notar a sua empresa como uma das alternativas.

Nunca é demais ressaltar a importância de conduzi-lo até a próxima etapa. Para isso, a solução da sua empresa deve despertar o interesse e a curiosidade do seu público.

  1. Atração

Nesta etapa a sua marca se destaca ao atrair a atenção do seu cliente, entre outras existentes e que foram inicialmente assimiladas por ele. Se a solução que sua empresa oferece foi interessante para seu potencial cliente, ele irá buscar mais informações. Afinal, o consumidor da era digital não se contenta em apenas achar uma solução.

Ele vai querer se certificar de que esta é a melhor opção. Para saciar a curiosidade do seu consumidor, você deve oferecer uma boa forma para ele tirar suas dúvidas. E é aí que a automação entra. A chamada para assinatura da sua lista de e-mails deve ser atrativa o suficiente para convencê-lo de que vale a pena deixar alguns dados de contato, em troca de um conteúdo exclusivo.

  1. Arguição

Durante a arguição o seu lead irá aprofundar a sua análise, com o objetivo de certificar-se de que a solução que você oferece é a melhor que ele poder ter. Um lead exigente lançará mão das mais variadas opções para saber se o seu produto ou serviço vale o investimento. Consultas a sites como o reclame-aqui, avaliações do Google e a boa e velha opinião dos amigos nas redes sociais, são itens a serem explorados.

Além disso, é comum o lead utilizar-se de formulários de contato, ou até mesmo enviando email direto para a empresa, para obter informações adicionais. Aproveite esta oportunidade! É hora de lhe dar argumentos suficientes para que ele prossiga o seu caminho na jornada do cliente.

A automação de marketing permite que você estreite o seu relacionamento com o futuro cliente. Ela possibilita que você o entregue mais informações sobre o assunto que ele precisa e quer saber, sem a necessidade de responder a todos os emails individualmente.

Entre as muitas possibilidades, você pode enviar automaticamente um review do produto de interesse dele, com avaliações e depoimentos de clientes. Você pode ainda enviar um informativo padronizado, com as informações para aqueles que desejam participar de um curso, por exemplo. Basta criar os padrões de informativo, estabelecer um fluxo para esta tarefa e tornar este fluxo automático com o auxílio de softwares de automação de marketing.

Desta forma, as arguições serão respondidas com celeridade e eficiência. Lembre-se: A concorrência é grande e você precisa fazê-lo ter certeza da próxima ação que irá tomar. Ter um processo ágil e eficiente poderá ser um diferencial positivo para a sua marca.

  1. Ação

É hora de efetivar a compra. O lead irá partir para ação decidindo pela aquisição do seu produto ou serviço. Neste momento o seu Lead passa a ser um Cliente! Com o uso de tags (etiquetas) você conseguirá fazer esta distinção em seu software de automação. Esta distinção será importante para continuar a oferecê-lo uma experiência de sucesso com a sua marca, só que agora como um consumidor, uma vez que no modelo proposto por Kotler, a jornada não acaba quando você converte o lead em um cliente.

Com o customer success norteando o relacionamento com o cliente, ainda é tempo de muni-lo com mais informações. Isso é necessário para chegar à próxima etapa desejada. Seu cliente terá que ter obtido uma ótima experiência de compra. E você pode ajudá-lo com um bom suporte. Entregue tutoriais, manuais e todas as informações de que ele precisa.

Assim, poderá desfrutar do melhor que seu produto ou serviço tem a oferecer. Com a automação, fica fácil fazer tudo isso de maneira prática. Além disso, garante a eficiência, pois comunica no momento certo que seu cliente precisa.

  1. Apologia

A apologia descreve a fidelização do seu cliente, que tem chances de ocorrer após uma excelente experiência de compra. Por isso, o seu relacionamento ainda não acabou. Sim, você já garantiu o sucesso do cliente em uma compra. Mas neste momento deve trabalhar para que ele continue sendo bem-sucedido com as soluções que sua empresa oferece. Desta forma, poderá alcançar a tão desejada fidelização.

Como a jornada de compra otimiza o investimento da empresa?

Uma vez que o cliente fidelizou, ele não terá mais que percorrer todo o processo de compra. A jornada irá retornar apenas para a etapa de número 4 (ação), sempre que seu cliente encontrar em sua empresa a sua solução. Isso significa que todo o investimento que você fez nele poderá se multiplicar em mais vendas e gerar ainda mais lucros.

Desta forma, a “apologia” é uma etapa vital para o sucesso do seu negócio. Pois o CAC (custo de aquisição do cliente) é muito mais alto do que o investimento para sua fidelização.

Entendeu por que a automação de marketing é peça fundamental para otimizar os processos de marketing e vendas?

Faça já o seu contato para tirar todas as suas dúvidas!

Como gerar mais lucro com automação de marketing

Como gerar mais lucro com automação de marketing

Descubra como automatizar processos de marketing para ter mais lucros.

Que é possível gerar mais lucro com automação de marketing para o seu negócio, é fácil deduzir. Afinal, ter processos de marketing bem estruturados funcionando constantemente já é um grande impulsionador do sucesso. Mas não é apenas desta forma que a automação contribui para o aumento de lucros de uma empresa.

Objetivamente, falaremos neste artigo sobre o aumento de receita e a diminuição de custos através da automação.

Como a automação de marketing diminui custos operacionais?

Há três pilares que a automação de marketing sustenta para diminuir os custos operacionais de processos. São eles: processos mais simples e automáticos; ter uma equipe enxuta; e tempo de fechamento mais rápido. Entenda como cada um funciona para sua empresa gerar lucro com automação de marketing.

Processos mais simples e automáticos

Para configurar a automação de marketing, é necessário que os processos estejam bem definidos e planejados. Como as ações serão automáticas, o seu software de automação precisa desempenhar de forma clara e simples o que você deseja alcançar. Desta forma, você ganha tempo com a automação e resultados mais claros com a simplificação dos processos.

Ter uma equipe enxuta

Primeiramente, é necessário dedicar tempo para o planejamento de uma estratégia marketing bem estruturada. Para mais chances de efetividade, esta ação deve ser realizada entre a empresa e uma agência.  Após este procedimento, você terá uma visão mais clara de quantas pessoas serão necessárias para a execução das atividades, contando com o suporte de processos automatizados.

Ou seja, isso não significa necessariamente que você precisará promover demissões em massas (a menos que a sua empresa esteja realmente mal dimensionada em relação a força de trabalho). Ter uma equipe enxuta significa contar com a quantidade necessária de funcionários para desenvolver as atividades de forma eficiente, contando com o suporte de processos automatizados.

Isso será possível pois, tendo processos automatizados, o volume de trabalhos manuais recorrentes diminui. O trabalho será de acompanhar e fazer pequenos ajustes no processo, apenas quando necessário. Desta forma, sua empresa irá otimizar o custo com pessoal.

Tempo de fechamento de negócios mais rápido

Com um processo simplificado, a implementação do lead scoring e envolvendo os profissionais certos, o tempo de fechamento tende a ser menor. Isso é possível porque a automação capta e filtra os leads por grau de interesse ou inclinação de compra. Assim, o time comercial não precisa perder tempo com quem possivelmente não irá fechar negócios ainda. Ou seja, você também pode simplificar e diminuir a quantidade de pessoas trabalhando nas vendas. Com a abordagem focada apenas em quem poderá de fato comprar de você, a eficiência aumenta em um time menor.

Vantagens da automação de marketing

Com todos os caminhos encurtados para as vendas e menos custo operacional, maiores as chances de aumentar o lucro com automação de marketing. A seguir, conheça algumas vantagens da automação à frente de processos manuais.

  • Aumento da produtividade do time de vendas – Os contatos são mais efetivos, pois a automação entrega os melhores leads no momento para a equipe fechar o negócio.
  • Processo de vendas mais ágil – A automação faz o trabalho de forma escalonada. Assim, consegue atender a um número maior de clientes potenciais ao mesmo tempo, aumentando a entrada de leads no funil.
  • Menos esforços e muito mais resultados – Primeiro, sua empresa investe no planejamento e na configuração da automação de marketing. Depois, os resultados virão sem a necessidade de muitos esforços.
  • Maior retorno sobre o investimento (ROI) – Com o investimento em processos automáticos de marketing, é possível otimizar os seus investimentos. De forma objetiva, com a automação pretende-se obter mais vendas, com menores custos operacionais e investimento em marketing. Consequentemente, gerando maior retorno sobre o investimento.
  • Maior oportunidade de participação no mercado – Ações de automação de marketing permitem que a sua empresa tenha um ganho de escala. Desta forma, ela estará se preparando para conquistar uma maior fatia de mercado.

Adicionalmente podemos mencionar que uma das formas de contribuição da automação para aumentar o lucro é integrando ações de marketing com o time comercial. Pois a automação coloca em funcionamento estratégias de marketing que visam a captação de leads. A partir disso, o time de vendas pode seguir com o contato comercial e fechar negócios.

Entenda como a automação faz a integração entre marketing e vendas!

Opções de automação de marketing?

Depois da explanação sobre geração de mais lucro com automação de marketing, você deve estar interessado no processo. Afinal, ele prova que é possível evoluir sua empresa com a automação. Existe inúmeros processos de automação de marketing que podem ser aplicados. Veja abaixo alguns exemplos.

Automação de E-mail marketing

A empresa norte-americana de pesquisas Marketing Sherpa realizou um estudo sobre a efetividade e o potencial do e-mail marketing. Entre os resultados, um dos dados mais relevantes está na preferência dos internautas em conhecer informações. Mais de 70% dos participantes declararam preferir receber ofertas promocionais por e-mail, ao invés de pelas redes sociais.

Tal resultado só demonstra que este é um excelente veículo para se investir. E a boa notícia, é que há muitas formas já institucionalizadas de realizar automação de marketing por e-mail. Campanhas sazonais ou promocionais, envios periódicos de newsletter e até um funil de vendas gerado por gestão de conteúdo enviado. Estas são algumas das muitas possibilidades de automação de e-mails.

Automação de Redes Sociais

Com a alta atividade nas redes sociais, pode ficar complicado gerenciar conteúdo e responder mensagens constantemente. Por isso, geralmente é designado um único profissional para fazer este acompanhamento, o social media. Entretanto, nem sempre é possível dispor de uma verba exclusivamente para este fim. É aí que a automação entra e contribui grandemente.

Para uma atividade e presença constante nas mídias sociais, sua empresa pode adotar o agendamento de publicações e as respostas automáticas de mensagens via chatbot. Há ainda outras formas de interação, que devem ser definidas a partir do objetivo de marketing.

Automação de conteúdo

O marketing de conteúdo também pode se beneficiar de algumas formas de automação. A gestão de conteúdo de uma empresa deve ser focada na atualização de material relevante para seu público. E existem algumas ferramentas que podem ajudar a simplificar processos.

Uma destas formas é utilizando um gerenciador de conteúdo e revisão antes de publicar. Também podem ser realizados agendamentos de posts em blogs e sites a fim de manter a regularidade das publicações. Esses processos contribuem para um marketing contínuo que gera resultados recorrentes. É possível ainda ter muito mais visitantes no seu site com a utilização de técnicas de Search Engine Optimization (SEO).

Mais vendas e menos custos

Este é o resultado de uma automação de marketing bem-sucedida! Com o investimento em automação de marketing, você diminui esforços e tem menos custos para gerar muito mais vendas. Consequentemente, terá mais lucros com a economia de pessoal e agilidade no fechamento de negócios.

Vamos começar a automatizar o marketing da sua empresa? Contate a agência Guia-se mais próxima de você! Temos unidades espalhadas em todo o país!

Encontrar a Guia-se perto da minha empresa

Como Utilizar Vídeo em E-mail Marketing

Como Utilizar Vídeo em E-mail Marketing

Pessoas amam vídeos, e vídeos podem aumentar o engajamento da sua audiência. Então faça o seguinte teste: Experimente inserir um vídeo em sua próxima campanha de e-mail marketing.

Milhões de pessoas ao redor do mundo passam um tempo precioso assistindo vídeos no Youtube, todos os dias. Não seria maravilhoso se seus e-mails tivessem esse tipo de engajamento? Bom, eles podem ter. Simplesmente adicionando um vídeo na sua estratégia de e-mail marketing, você pode fazer experiências que entretém seus inscritos, leads e prospects, em vez de fazer mensagens que muitas vezes são entediantes. Há provas? Sim! O MarTech Advisor diz que adicionar vídeos a seus e-mails aumenta o percentual de cliques em 300%.

Mesmo assim, esteja avisado: Se quiser usar vídeos no seu e-mail marketing, há um jeito certo (versus um jeito errado) de fazê-lo. Se seguir as melhores práticas, descritas abaixo, para usar vídeos em suas campanhas de automação de e-mails, você verá um melhor engajamento, o que pode gerar mais tráfego para o seu website, além de mais conversões e vendas.

Veja as dicas de como usar vídeo no e-mail marketing:

Adicione a palavra “vídeo” ao seu assunto do e-mail.

Imagine passar tempo criando um vídeo sensacional para sua campanha de e-mail marketing, apenas para descobrir que seus e-mails sequer estão sendo abertos. Que desperdício de esforço! Se você quer que seus inscritos, leads e prospects assistam os vídeos dos seus e-mails, primeiro você precisa deixá-los saber que estão lá, adicionando a palavra “vídeo” ao assunto do e-mail.

Um ótimo assunto de e-mail irá captar a atenção de quem você procura atingir, e irá encorajá-los a ver sua mensagem. Quando esses usuários virem o “vídeo” no assunto, eles saberão que terão algo completamente especial vindo de você. De fato, de acordo com o MediaPost, quando marqueteiros usaram a palavra “vídeo” no assunto de um e-mail, a taxa de abertura subiu de 7% para 13%.

Insira o vídeo no seu e-mail

Assistir o vídeo não deve ser difícil para quem lê seus e-mails. Então, em vez de fazer os usuários clicarem em um link que os leva a uma Landing Page para vê-lo (o que é um passo extra), insira o vídeo diretamente no corpo do e-mail. Isso poupará um clique extra das pessoas interessadas e irá melhorar a experiência do usuário; um clique que pode fazê-los desistir, por um número imenso de razões, indo de achar que é muito trabalho a suspeitar de spam. Aumentar o número de visualizações no seu vídeo também aumentará as chances de que as pessoas atingidas se convertam, alavancando seu número de vendas.

Muitos serviços de automação e e-mail marketing facilitam essa inserção de vídeos diretamente no corpo do e-mail. Alguns podem até pegar a thumbnail do próprio Youtube ou Vimeo, assim como botar um botão de “Play” – até customizado – por cima. Isso é importante, já que sem esse ícone, as pessoas podem confundir o vídeo com uma imagem.

E falando em thumbnails, vamos seguir em frente para a próxima dica.

Use uma thumbnail que chame a atenção

A thumbnail é a imagem que irá aparecer enquanto ainda não clicaram no botão de play; é a imagem que aparece também quando não clicaram no vídeo em meio a uma lista de muitos, como no Youtube. Ela tem como função nata chamar atenção de uma forma que o título não consegue chamar sozinho, e pode ser composta por um frame do vídeo ou uma imagem inserida (o que é mais comum).

Mesmo se seu vídeo está diretamente inserido no corpo do e-mail, se parecer entediante, as pessoas não clicarão para assistir. Por isso é importante usar uma thumbnail expressiva, que chame atenção de imediato e os faça querer ouvir mais sobre seus serviços; coisa que, se houve uma segmentação através da automação de marketing, eles tem grande chance de apresentar algum tipo de interesse. A thumbnail é a primeira coisa que verão, e é o que irá encorajá-los a apertar aquele botão de “Play”. Inclua uma imagem interessante e texto grande, que chame a atenção das pessoas.

Conclusão

E-mail marketing é uma parte essencial da automação de marketing. Ainda que a taxa de abertura não seja tão alta quanto antigamente, não se deve subestimar o impacto de uma campanha de e-mails bem executada. Pessoas continuam conferindo suas caixas de entrada constantemente, o que torna este um meio extremamente válido e eficiente para atingi-las.

Artigo Relacionado: Diferença entre Automação de Marketing e E-mail Marketing.

Ou seja, quanto mais conseguir chamar a atenção do seu público alvo por esse meio, maior a chance de abrirem seus e-mails, de se converterem, e da sua marca se tornar de confiança para eles, fidelizando o cliente. As marcas mais interessantes mantêm uma nutrição com quem veem que abrem seus e-mails e realizam compras, os mantendo interessados nos conteúdos que produzem e vendem.

Use vídeos! Seja criativo com o conteúdo! Assim, você terá uma chance muito maior de atingir suas metas.

Artigo baseado no site Entrepreneur, “How to Use Video in Your Email Marketing”.

Simplificando suas Automações de Marketing

Simplificando suas Automações de Marketing

Automações de marketing permitem bastante flexibilização, sendo uma ferramenta poderosíssima no marketing digital. Sendo assim, mantê-las diretas e simples pode contribuir no alcance dos seus objetivos. Caso esteja procurando um parceiro para realizar este serviço, acesse nossa página de Automação de Marketing.

Atualmente no mercado você consegue encontrar ferramentas de automação de marketing com valores acessíveis e extremamente flexíveis, empoderando usuários de modo que consigam criar uma variação imensa de automações e customizações. Mas, com grande poder, vem grande responsabilidade; então se sentir um pouco confuso com como as coisas funcionam é compreensível. Aqui vão algumas de nossas sugestões para manter suas automações simples.

Comece de forma estratégia

Antes de construir automações e medir o sucesso das mesmas, sugerimos que dê alguns passos para trás e olhe para o quadro completo da situação.

Estabeleça quais objetivos você deseja com a automação. Os objetivos irão contribuir para que se tenha um foco. Como a automação é muito abrangente você poderá se perder facilmente entre tantos recursos. Lembre-se: comece simples. Ninguém começa a correr sem antes ter engatinhado e depois aprendido a andar.

Procure identificar a jornada de compra da sua persona. Bom, para aqueles que ainda não conhecem o termo, podemos definir persona como sendo uma personagem quase que real com características detalhadas que representam o perfil do seu cliente. Para conhecer mais detalhes sobre persona e saber como criá-la leia o artigo Como Criar uma Persona. Algumas ótimas perguntas a fazer para identificar a jornada de compra da persona:

  1. O que um contato novo precisa saber?
  2. Em qual canal ele geralmente procura o que precisa?
  3. O que encoraja a conversão de contatos novos?
  4. O que seus clientes querem após a conversão?
  5. Como você se mantém em contato da melhor forma com seus clientes?

Usando essas questões para se nortear, criam-se ideias de automações pequenas que podem interagir depois, além de ajudar a observar e mensurar a comunicação enviada e os objetivos atingidos. Esta aproximação também permite que você encontre mais facilmente um diagnóstico para qualquer problema em potencial.

Um guia sobre como começar uma automação de marketing pode ser encontrado AQUI, para acrescentar o seu conhecimento sobre o assunto.

Criando uma automação bem sucedida

Para criar uma ótima automação:

  1. Primeiro, monte a sua estratégia. O objetivo da sua marca é visibilidade? Educação? Nutrição de clientes,? Tenha a certeza que está criando pontos de contato com o cliente que funcionem bem com o plano maior.
  2. Seja claro com seus objetivos. O que você está mensurando? Você quer que sua lista de contatos cresça? Quer pessoas abrindo e-mails? Clicando em links? Conversão de cupons? Tenha a certeza de conseguir capturar as informações necessárias que conversem com seu objetivo.
  3. Comunique-se de forma clara e concisa. Mensagens com call to action em excesso podem confundir seus contatos.

Lembre-se de que você não precisa fazer tudo em uma única automação. Não há jeito “certo” ou “melhor” para cria-las; você só precisa manter seus objetivos em mente.

Dicas para construir ótimas automações

Enquanto pode não haver um jeito “melhor” de criar uma automação, nós temos consciência de tendências importantes. Automações claras e concisas usam objetivos e a função “se/outro” de formas realmente poderosas.

Objetivos

Objetivos simplificam sua habilidade de determinar se uma comunicação teve sucesso com seus contatos. Eles podem terminar uma automação, ou começar uma nova.

Vamos dizer que você queria dar boas-vindas a novas pessoas inscritas na sua página com um download grátis de um guia prestativo. Tendo em vista o objetivo, você pode mandar e-mails até que os contatos alcancem o objetivo, clicando no link de download.

Uma vez que o contato atinja o objetivo (download), eles irão pular para o passo final do objetivo e acabar a automação, dispensando o resto do processo. Isso permite que você construa campanhas, mas pare de contatar aqueles que já tomaram a ação desejada; enquanto, é claro, os mantém em listas de leads para um determinado segmento.

Agora, se você deseja que contatos que já baixaram o guia comecem uma automação diferente e nova, você pode dirigi-los ao fim da primeira automação, onde eles automaticamente começarão o processo da próxima existente.

Não se preocupe em saber onde você quer direcionar todos ao mesmo tempo. Você pode sempre começar uma automação tendo em vista apenas um objetivo.

Objetivos são uma ferramenta poderosa na plataforma, permitindo que direcione bem seus contatos nas suas automações. Considere usar objetivos para seus contatos, simplificando o processo!

Se/Outro

Declarações de se/outro ajudam a segmentar seus contatos em automações baseadas em ações que eles tomam. Elas têm um papel essencial em determinar em que parte da jornada de compra eles se encontram. Declarações de “se/outro” ajudam a construir estradas em direções diferentes, mandando pessoas para caminhos específicos.

Por exemplo, um contato completa um formulário e entra em uma automação. Se abrirem o e-mail, é enviado a eles um desconto três dias depois. Se não, é enviado outro e-mail para confirmar o interesse deles em receber comunicações vindas da empresa, para que você possa tentar outra vez; talvez com informação adicional em relação aos produtos.

Use “se/outro” para criar automações que estejam alinhadas com as ações dos seus contatos, os direcionando a caminhos personalizados e os influenciando com mais eficiência durante jornada de compra.

Isso também pode ajudar a filtrar pessoas em conjunto com objetivos. Você pode mandar seus contatos por caminhos específicos, mas tirá-los do caminho se completarem um objetivo. Por exemplo, se quiser continuar o contato com ele até a conversão, você pode construir campanhas de nutrição com base na estratégia de “se/outro”.

Então, incluir um objetivo que encerra a automação para quem ganha a etiqueta de Cliente. O exemplo de automação a seguir pode parecer complexo, mas é relativamente simples. Vamos ver como funciona:

Um contato entra na automação completando um formulário, e um e-mail de boas-vindas é enviado a ele. Se ele o abrir, começa em um caminho onde um desconto é oferecido. Se não converterem, perdem alguns pontos na conta de contato. Se abrirem todos os e-mails, eles ganham a etiqueta de prospect quente.

No outro caminho, não abriram o e-mail inicial, então eles receberão outro, possivelmente semelhante. Se o abrirem dessa vez, irão para outra ação, e seguirão o caminho que todos que abriram o primeiro e-mail tomaram. Se não for o caso, a automação é finalizada.

Se em qualquer ponto, um contato se tornar um cliente, nós não desejaremos continuar a mandar comunicação vinda desta automação. Um objetivo para Conversão de Novo Cliente irá terminar a automação para qualquer contato que ganhe a etiqueta de Cliente.

Essa automação utiliza as condições de “Se/Outro” para criar caminhos diferentes na jornada do seu contato, baseados nas ações dos mesmos, e tendo um objetivo que irá acabar com a jornada quando não for mais relevante.

Automações simples e flexíveis

Podemos ajudá-lo a criar automações flexíveis, baseadas nas condições do seu negócio, métricas desejadas, e nos objetivos da sua empresa. Construir automações práticas e de fácil entendimento é algo essencial e um diferencial para empresas de qualquer porte.

Trabalhe com profissionais especializados em automação de Marketing!

Artigo baseado no site ActiveCampaign. Artigo original: “Simplifying Automations”

Como aumentar a eficiência do time de vendas

Como aumentar a eficiência do time de vendas

Descubra processos e estratégias que podem aumentar a produtividade do seu time de vendas

Um time de vendas eficiente é aquele que está sempre buscando formas de aumentar o faturamento da empresa. Nem que para isso a motivação seja o comissionamento. Independentemente disso, o desafio é otimizar o processo de vendas. Existem algumas estratégias e ferramentas de marketing que podem ajudar a alavancar a eficiência do comercial. A seguir, listamos algumas delas.

Aumentando a eficiência da equipe de vendas com software de CRM

Uma das formas de tornar a equipe comercial mais eficiente é utilizando um software de CRM (customer relantionship management). Existem várias plataformas de CRM no mercado que cumprem esta função de organizar o processo de vendas. Estas ferramentas oferecem um painel de controle e assistência para auxiliar as equipes com variadas informações.

É possível concentrar no software o histórico de contatos com os clientes, fazer anotações e até gerenciar contatos por ligação ou e-mail. Seu time comercial terá tudo em um único lugar. Nada de ficar contando com as informações soltas da caixa de e-mail dos seus funcionários. Com um software de CRM a vida do seu time de vendas será muito mais fácil.

Automação de Marketing também auxilia o time de vendas

O processo de automação de marketing é muito utilizado atualmente pelo marketing digital. Ele pode elevar consideravelmente os resultados do seu time de vendas.

Eficiente, ele separa os clientes potenciais (ou leads) em etapas de relacionamento. Desta forma, direciona as mensagens ao nível de entendimento ou interesse do lead pelos produtos ou serviços. O time de vendas se beneficia desta ferramenta de marketing que é descrita em formato de funil. Desta forma, ela avalia a propensão de um lead se tornar cliente efetivamente. Este processo em específico é chamado de qualificação de lead.

Após sua realização, o marketing entrega ao time de vendas os leads que já estão próximos ao fechamento. A identificação dos contatos mais quentes é facilitada por uma funcionalidade importante dos softwares de automação, o lead scoring. Esta funcionalidade permite estabelecer um ranking dos contatos que mais interagiram com as ações desenvolvidas pelo time de marketing durante a nutrição dos leads.

O trabalho desempenhado pelo time de marketing aumenta a produtividade da equipe comercial. E encurta o caminho de toda a construção de relacionamento no contato com os clientes potenciais. Por isso, automatizar processos de contato com o cliente por meio de ferramentas de marketing ajuda o time de vendas.

Vendas Outbound, um conceito inovador

Descrita por Aaron Ross no livro Receita Previsível (Predictable Revenue), a perspectiva de vendas outbound é inovadora. A primeira publicação do livro data de 2011!

Segundo o autor, a metodologia permite triplicar os resultados. Pois ela leva o time de vendas a sair da zona de conforto e buscar resultados ainda maiores. Mas você deve estar se perguntando: “qual o truque mágico para isso?”

A boa notícia é que não é truque. Também chamada de outbound 2.0, a estratégia é baseada na segmentação e especialização da equipe comercial. Na prática, isso significa uma diferenciação de funções. Assim, os vendedores não assumem todas as tarefas do processo de vendas. Aaron propõe que eles sejam divididos em três categorias especializadas: Business Intelligence, Hunters e Closers.

Segundo ele, este formato faz com que o time ganhe escalabilidade de vendas. A estratégia foi implementada pelo próprio Aaron na Salesforce, gigante americana de software. O resultado foi um rendimento de 100 milhões de dólares às receitas da empresa em apenas alguns anos. Não é à toa que o livro que conta esta história ficou conhecido como “a bíblia de vendas do Vale do Silício”.

As funções de cada especialista

Com o formato apresentado por Aaron, uma nova perspectiva de profissionais de vendas surgiu. Pois cada especialidade requer funções e conhecimentos diferenciados. Este cenário expande os perfis de um profissional para o trabalho com o comercial. Também devemos considerar a primeira aplicação, que ocorreu em um time de vendas que se relacionava com outras empresas. Logo, o foco do outbound 2.0 é o B2B (business to business). Veja, a seguir, as atribuições de cada função em sua determinada etapa.

Etapa 1) Atuação dos profissionais de BI

Também conhecido como BI, o Business Intelligence requer que o profissional encontre empresas com perfil de usuário da solução oferecida. É um trabalho essencialmente de pesquisas estratégicas e análise de dados segundo a perspectiva de inteligência de mercado. O profissional de BI dialoga diretamente com os hunters, profissionais da próxima etapa de vendas. O BI repassa os contatos dos smart leads das empresas. É assim que são chamados os responsáveis pela decisão de compra das companhias.

Etapa 2) Os Hunters entram em ação

Também conhecidos como prospectores, os hunters são os responsáveis pela prospecção do cliente em si. Após realizar o primeiro contato com as empresas, são os hunters que conduzem todo o processo de qualificação de leads. Esta etapa é o cerne do contato comercial tradicional.

Etapa 3) A atividade final é dos Closers

Como o próprio nome já diz, são estes profissionais que realizam o fechamento de negócios. Eles recebem os leads qualificados das mãos dos hunters e fecham as negociações. Assim, finalizam todo o processo de vendas iniciado pelos profissionais de BI.

Quais as vantagens do Outbound 2.0

A estratégia criada por Aaron Cross rendeu excelentes resultados à Salesforce. Mas e à sua empresa, o que a aplicação poderá fazer com ela? Veja, a seguir, algumas vantagens do processo de Outbound 2.0 que podem ser obtidos em qualquer empresa B2B.

  • Rapidez na captação de leads e no retorno do investimento

Contrariamente ao inbound marketing, o outbound 2.0 agiliza o ROI (return of investment). Isso é possível porque o público certo é logo atingido na primeira etapa de BI. Daí a importância de pesquisas bem direcionadas e de um profissional voltado somente para esta etapa. Com o outbound 2.0, ciclos de vendas completos conseguem ser fechados até mesmo em uma semana.

  • Público alvo atingido e mensuração dos resultados

Por trabalhar com o foco na produtividade e na inteligência de mercado, o outbound 2.0 gera bastante eficiência para o time de vendas. A partir da análise de dados, ele ajuda a determinar logo na primeira etapa o perfil do cliente. Também gera insights de como atingi-lo na segunda etapa dos prospectores. Consegue ainda identificar o discurso ideal para qualificar cada lead. Assim, as vendas se tornam muito mais rápidas.

Comece agora a montar um time de vendas matador!

Agora que você conheceu algumas das principais formas para tornar o seu time de vendas mais eficiente, está na hora de colocar em prática na sua empresa.

Contrate um bom software de automação de marketing. Os melhores softwares do mercado já possuem um módulo de CRM. Você poderá estruturar os seus fluxos de processos, fazendo com que muitas atividades aconteçam automaticamente. Ou seja, não será preciso contar com a intervenção humana toda vez que um cliente enviar um email, ou preencher um formulário.

Estruture um ranking de contatos para saber aqueles que mais interagem com as suas ações. São grandes as possibilidades de que os contatos com maior pontuação estejam mais próximos de contratar o seu serviço. Os Hunters irão trabalhar os leads para que os mais qualificados sejam encaminhados ao Vendedor (Closer). Veja que o vendedor estará investindo o seu tempo e habilidade em contatos altamente qualificados. Ou seja, o seu trabalho será extremamente focado.

Tenha uma estrutura que possibilite a adoção da venda Outbound. Suportada por softwares de automação e com o auxílio de CRMs organizados e bem utilizados, os especialistas estarão com a faca e o queijo na mão para alcançar as metas mais ousadas de vendas.

Que tal conhecer outras formas de aumentar as vendas da sua empresa?

Para gerar maior eficiência no processo de vendas, a integração entre os times de marketing e vendas é fundamental. Ambas as equipes devem trabalhar em sinergia para alcançar os objetivos da empresa. Para isso, uma deve conhecer e reconhecer a função da outra. Leia algumas dicas sobre Como Vender Mais Integrando Marketing e Vendas.